Nos siga nas redes sociais

Esportes

Sul-americanos pedem e Fifa discutirá Copa com 48 seleções já no Qatar

A ampliação do número de participantes já está confirmada a partir de 2026

Avatar

Publicado

Sul-americanos pedem e Fifa discutirá Copa com 48 seleções já no Qatar: A ampliação do número de participantes já está confirmada a partir de 2026

A Fifa discutirá em seu congresso anual em 13 de junho, em Moscou, o aumento de 32 para 48 seleções já na Copa do Mundo do Qatar, em 2022. O tópico consta na agenda do evento divulgada pela federação internacional.

A ampliação do número de participantes já está confirmada a partir de 2026. O acréscimo de 16 seleções já no Mundial de 2022 é um desejo da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Todas as 10 confederações integrantes da entidade, entre elas a CBF, são favoráveis ao aumento, segundo consta no documento da Fifa.

Em Moscou, não haverá nenhuma decisão. A ideia é aprovar ou não uma proposta para “a realização de um estudo de viabilidade para o aumento de equipes”.

Este estudo se faz necessário para saber a necessidade da construção de mais estádios ou a ampliação de cidades-sede.

A ideia original para um torneio de 32 seleções seria a utilização de 12 estádios, como acontecerá na Rússia e foi no Brasil. Mas ainda há riscos de que este número seja reduzido para até oito, conforme afirmaram recentemente as autoridades qatarianas.

No mês passado, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, participou de evento da Conmebol em Buenos Aires e se mostrou favorável a uma ampliação antes mesmo de 2026.

Na ocasião, classificou a proposta como “muito interessante” e que “ajudaria no desenvolvimento do futebol”.

O interesse da Conmebol se justifica pelo fato de que em um torneio com 48 seleções seis dos dez times participantes das eliminatórias garantirão vaga no Mundial.

Hoje, este número é de quatro, com um a mais podendo entrar pela repescagem. Na Rússia, serão cinco, após o Peru desbancar a Nova Zelândia.

Após a divulgação da agenda, a Fifa não se manifestou. Nem o Comitê Organizador do Mundial do Qatar.

Uma decisão precisará ser tomada antes do início das eliminatórias, que ainda não foi divulgado. Para o Mundial da Rússia, os primeiros jogos foram realizados em março de 2015.

Com 48 seleções, além de seis vagas para a Conmebol, a divisão fica assim: Oceania (1), América do Norte, Central e Caribe (6), Ásia (8), África (9), Europa (16) e mais duas seleções saindo de um playoff de repescagem.

A vaga do país-sede em 2026 irá influenciar diretamente no número final de vagas da confederação ao qual ele está vinculado

A Copa do Qatar, confirmada por ora com 32 times, ocorrerá entre 21 de novembro e 18 de dezembro. O torneio foi deslocado para o fim do ano por causa do calor no país durante os meses de junho e julho.

Neste mesmo congresso onde será discutida a proposta da Conmebol, a Fifa definirá a sede do Mundial de 2026. O Marrocos concorre contra uma candidatura tripla de EUA, Canadá e México. Com informações da Folhapress. 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Título do Brasileirão rende ao Flamengo premiação de R$ 33 milhões

Redação PortalPE10

Publicado

O sucesso no Brasileiro foi a única meta batida pelo time na previsão de orçamento para temporada 2020, que previa a chegada na final da Copa do Brasil e ao menos na semifinal da Libertadores. No caso do Brasileiro, a projeção era de terminar pelo menos em segundo.

Para a temporada 2021, otimismo segue, e a previsão é de, por exemplo, chegar ao menos na semifinal da Libertadores. A estimativa é de alcançar uma receita de até R$ 953 milhões.

Veja a lista de prêmios em dinheiro e leia as observações no fim:

  • Flamengo: R$ 33 milhões
  • Internacional: R$ 31,3 milhões
  • Atlético-MG: R$ 29,7 milhões
  • São Paulo: R$ 28 milhões
  • Fluminense: R$ 26,4 milhões
  • Grêmio: R$ 24,7 milhões
  • Palmeiras: R$ 23,1 milhões
  • Santos: R$ 21,4 milhões
  • Athletico-PR: R$ 19,8 milhões
  • Bragantino: R$ 18,1 milhões
  • Corinthians: R$ 14,2 milhões
  • Ceará: R$ 13,2 milhões
  • Atlético-GO: R$ 12,2 milhões
  • Bahia: R$ 11,9 milhões
  • Sport: R$ 11,5 milhões
  • Fortaleza: R$ 11,2 milhões

OBS: Os valores-base são referentes a 2019, sem correção. As equipes rebaixadas não recebem valor algum. E os times que assinaram com a Turner na TV fechada (Inter, Palmeiras, Santos, Athletico-PR, Ceará, Bahia e Fortaleza) podem apresentar pequena variação.

Continuar Lendo

Esportes

Sport perde para Galo na Ilha, mas segue na Série A

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

Sport e Atlético-MG entraram em campo com objetivos claros. Até porque o resultado tem impacto na a permanência do Leão na Série A, nas vagas da Sul-Americana e da Libertadores. Dessa vez, o Galo terminou vencendo por 3 a 2, mas ambas as equipes cumpriram metas em um duelo marcado por confusão e gol decisivo no apagar do luzes. O time mineiro abriu o placar com Jair e viu o rival empatar com Dalberto. No segundo tempo, ampliou com Thyere (contra), viu o Leão empatar de novo – de pênalti, com Thiago Neves -, mas garantiu a vitória com um gol de Marrony no fim.

O Sport segue na 14ª posição, com 42 pontos, e apesar da derrota, está garantindo na Série A 2021. Isso porque o Vasco, que tem 38 pontos e abre o Z-4, empatou com o Corinthians. O Atlético-MG, por sua vez, saltou para 65 pontos e está agora na 3ª posição.

No Brasileirão, o Sport visita o Athletico na Arena da Baixada, enquanto o Atlético-MG recebe o Palmeiras no Mineirão. Ambas as partidas acontecem na quinta-feira, às 21h30, pela despedida do campeonato.

Antes disso, o Rubro-negro estreia no Pernambucano contra o Vera Cruz, às 19h da quarta-feira.

Continuar Lendo

Esportes

Internada em dezembro, mãe de Ronaldinho morre aos 71 anos de Covid-19

PortalPE10 com informações G1

Publicado

Ronaldinho Gaúcho e sua mãe Miguelina de Assis — Foto: Pedro Souza / Atlético

Morreu na noite deste sábado em Porto Alegre Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina, como era conhecida, tinha 71 anos e estava internada desde dezembro do ano passado após complicações decorrentes de um quadro de Covid-19.

A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo ge com pessoas ligadas ao estafe de Ronaldinho. Sobrinho de Ronaldinho e filho de Assis, Diego Assis também confirmou que a avó “foi descansar”.

Em dezembro passado, Ronaldinho usou os seus perfis nas redes sociais para pedir orações para a mãe. Ela havia sido internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, após contrair coronavírus.

– Queridos amigos, minha mãe está com Covid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – escreveu o ex-jogador.

O Hospital Mãe de Deus não divulga informações sobre pacientes.

Em nota oficial, o Atlético-MG se solidarizou com Ronaldinho e declarou que o clube está em luto pela morte de Dona Miguelina. O meia foi campeão da Libertadores e é ídolo do Galo.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.