Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Todo traidor é um mau-caráter? Dá para superar uma traição?

Dos nove motivos listados, apenas um é de responsabilidade direta do cônjuge

Avatar

Publicado

Vamos falar de modos como muitos casais superam este trauma e sobre os que não conseguem. Um primeiro passo para lidar com uma infidelidade do parceiro é entender o que se passou. Veja abaixo alguns padrões típicos de infidelidade que devem ajudá-la a entender, o que é um primeiro passo para enfrentar e talvez superar a situação.

E lembre-se que ser infiel não é visto hoje como um desvio de caráter, tampouco é algo incomum. Na maioria dos países ocidentais, homens e mulheres traem na mesma porcentagem. Isso não significa que seja uma coisa boa ou que você tenha de aceitar, mas talvez você decida que consegue e quer lidar com a situação.

Só o primeiro dos motivos está ligado a problemas no casamento. Os outros têm mais a ver com contextos sobre os quais você pouco ou nada poderia fazer.

1. Seu parceiro poderia estar infeliz porque havia dificuldades importantes no casamento.Por exemplo, faltava entendimento sexual ou havia divergências sobre temas domésticos e familiares (educação de filhos, sogros, gastos, etc), ou ainda falta de interesses comuns. Talvez isso tenha acontecido desde sempre ou as coisas se deterioraram ao longo do tempo. Mas outros aspectos podem ser importantes, não diretamente ligados a uma crise de casamento.

2. Pode ser que seu parceiro tenha começado um flerte por um misto de curiosidade e autoafirmação, sem se dar conta da dimensão que viria a adquirir. Há flertes recreativos que permitem exercitarmos uma dimensão que os melhores casamentos apagam: a conquista, a sedução. Muitos flertes recreativos ficam restritos à esfera de jogo, não vão além. Mas alguns evoluem.

3. Há casos que se iniciam pelas circunstâncias e não por um interesse amoroso imediato.Por exemplo, entre pessoas que convivem intensamente e têm interesses em comum, digamos no trabalho, na prática de um hobby ou de esportes. Aos poucos e a partir do convívio e do compartilhamento de afinidades intensas, uma eventual simpatia anterior se transforma em desejo sexual e talvez em amor.

4. Também há pessoas que tiveram poucas aventuras amorosas antes de se casar, ou acham que não foi o suficiente e anseiam por vivenciar mais. Mesmo amando muito o parceiro, precisam de uma temporada para experimentar essas vivências. Na meia-idade, sobretudo homens acham que esta será a última fase para viver algo nunca vivido antes, ou que anseiam por “reeditar”.

5. Há homens e mulheres cujas características psicológicas não favorecem a monogamia.Pessoas de temperamento inquieto, que têm dificuldade em lidar com situações previsíveis, às vezes se sentem sufocados na moldura de um casamento. Existem também pessoas com compulsão a seduzir. E há aqueles capazes de amar diversas pessoas ao mesmo tempo. Por mais que eles amem o cônjuge, podem necessitar experiências extraconjugais.

6. Há ainda as situações em que, conscientemente ou não, o sujeito busca uma relação extraconjugal por necessidade de conferir como anda seu casamento, fazendo comparações. São os casos que, se não forem descobertos, podem até oxigenar e reforçar o casamento.

 

7. Há casos fulgurantes, em que ocorre uma paixão à primeira vista, um encontro explosivo com uma “alma gêmea” ou com “um corpo que se encaixa”, algo que logo de início se mostra poderoso, que atropela os anos de compromissos, cumplicidade e magia que havia no casamento. Talvez você tivesse uma boa relação com o seu parceiro, mas em um caso assim ele se vê capturado, quase abduzido por uma experiência eletrizante que o desestabiliza.

8. Existe a infidelidade como valor da subcultura masculina, que ocorre em países como o Brasil e outros com uma herança machista latina (há versões análogas em sociedades asiáticas e africanas). Em paralelo ao casamento com a esposa imaculada (e muito amada), há a farra com amantes ou prostitutas. É um modo de vida farrista do macho latino, muitas vezes praticado pela turma desde o namoro ou noivado, e que nada tem a ver com o desgaste da relação.

9. Em alguns casos, o caso extraconjugal se refere a uma reorientação sexual. Sobretudo homens podem ter vivido longos períodos fermentando e reprimindo tendências homossexuais ou transsexuais. Mesmo amando seus parceiros, podem ter experiências ocasionais para se manter emocionalmente equilibrados ou como trampolim para assumir uma nova sexualidade.

Há, enfim, inúmeras configurações ligadas a aspectos individuais, além da clássica ideia de que só existem casos extraconjugais quando a dinâmica do casamento se deteriora. Estas motivações para um caso extraconjugal valem para os dois gêneros, embora o homem tenda a trair mais para ter variação e a mulher, para ter aventura.

Nos próximos três artigos falaremos sobre a superação do trauma de uma traição, mas já será um bom começo começar a pensar nas possíveis causas do que ocorreu em vez de apenas condenar seu parceiro ou se considerar uma fracassada.

O terapeuta Luiz Alberto Hanns fala sobre a infidelidade em artigos que vão dos motivos para trair às pesquisas que mostram como casais superam o problema

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Karol Conká e Carla Diaz confirmadas no BBB 21; confira mais nomes

Público começa a conhecer os novos moradores da casa durante a programação da TV Globo.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Divulgação/Globo)

A lista de participantes do BBB21 está sendo divulgada nesta terça-feira (19). A cada intervalo Vale a Pena Ver de Novo, quatro novos brothers e sisters da Pipoca e do Camarote já foram revelados. A primeira dupla a ter os nomes divulgados foram Arthur Piccoli da pipoca e a cantora Karol Conká, em seguida a atriz Carla Diaz e o fazendeiro Caio.

Dona de um discurso forte sobre empoderamento feminino e contra o preconceito, a cantora Karol Conká começou a cantar aos 16 anos numa festa de rap e usa de sua arte e visibilidade para falar sobre a diversidade.

(Foto: Divulgação/Globo)

Já o instrutor de crossfit Arthur é um competidor nato. Ex-jogador de futebol, o capixaba de 26 anos conta que não gosta de perder nem no videogame, muito menos em um jogo valendo R$ 1,5 milhão. Em 2016, a beleza do capixaba chamou tanto a atenção que ele foi convidado a participar do concurso Mister Espírito Santo e conquistou o título

(Foto: Divulgação/Globo)

A atriz Carla Diaz, 30 anos, começou a carreira artística aos 2 anos de idade na publicidade, é sucesso desde criança e já fez mais de 300 comerciais, está no ar na reapresentação de “A Força do Querer” e aparecia como forte candidata nas listas de participantes.

(Foto: Divulgação/Globo)

O Fazendeiro Caio tem 32 anos e é pai de duas meninas, Alice, de 6 anos, e Manuella, de 10 meses. Fã do programa, ele já se inscreveu duas vezes e acompanhou várias edições.

(Foto: Divulgação/Globo)

Camilla de Lucas, influenciadora digital de 26 anos, tem mais de 7 milhões de seguidores ao todo em suas quatro redes sociais e já se inscreveu duas vezes no reality. Mas como o mundo dá voltas, esse ano ela celebra o convite para estar no Grupo Camarote.

(Foto: Divulgação/Globo)

João Luiz é professor de geografia e tem 21 anos e dá aulas para alunos de 14 a 17 anos em uma escola do Estado. Filho de mãe branca e pai negro, já sofreu muito preconceito e entrar no BBB é a realização de um projeto de vida para ele.

*Com informações Folha de Pernambuco.

Continuar Lendo

Cotidiano

Governo de Pernambuco inicia vacinação no Hospital de Referência à Covid-19 Unidade Boa Viagem

Cerca de 1,3 mil profissionais de saúde que atuam na instituição serão imunizados. Categoria tem prioridade absoluta no cronograma de vacinação.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Aluísio Moreira/SEI)

Unidade com maior número de leitos exclusivos para casos do novo coronavírus, o Hospital de Referência à Covid-19 Unidade Boa Viagem (antigo Hospital Alfa) começou, nesta terça-feira (19.01), a vacinar seus profissionais. O Hospital conta atualmente com 1.309 funcionários, sendo 1.225 aqueles que atuam na assistência direta nas enfermarias e UTIs. Prestigiando o ato, o governador Paulo Câmara agradeceu a todos os profissionais de saúde que estão na linha de frente na unidade desde o início da pandemia, se dedicando a salvar vidas.

“Temos ainda uma longa trajetória, mas estamos muito felizes por tudo que conseguimos avançar até este momento, onde iniciamos uma nova fase com a vacinação. Pernambuco está pronto para cumprir todas as etapas com o planejamento que já fizemos e, ao mesmo tempo, com toda determinação que temos para cuidar das pessoas como estamos fazendo desde o início dessa pandemia”, disse Paulo Câmara.

A vacina chegou ao Recife na noite da segunda-feira e a campanha foi iniciada logo em seguida. “A distribuição das vacinas está ocorrendo e, até às 14h de hoje, todas as Gerências Regionais de Saúde já terão recebido a vacina. Esse processo começou, mas não podemos descuidar em nenhum momento. Vamos usar máscara, manter o distanciamento social e a população pode ter certeza que não vamos descansar enquanto não cumprirmos as etapas do Plano Nacional de Imunização”, concluiu o governador.

Funcionando hoje com 100% de sua capacidade, o antigo Hospital Alfa tem 270 leitos ativos, sendo 150 de enfermaria e 120 de UTI. O equipamento foi requisitado administrativamente pelo Governo de Pernambuco em março e, em tempo recorde, a estrutura passou por ampla reestruturação e abriu as portas no dia 15 de abril, atuando de forma dedicada à atenção aos pacientes com a Covid-19. Pela unidade passaram, de abril até agora, 4.018 pacientes, dos quais 2.650 já tiveram alta.

O Hospital conta com equipamentos de tomografia computadorizada, raios x, ultrassonografia, ecocardiograma, eletrocardiograma, endoscopia digestiva, colonoscopia e broncoscopia. Entre os meses de abril e dezembro de 2020 foram realizados 7.171 exames de raios x, 2.209 tomografias e 257.836 exames laboratoriais.

“Pelo público prioritário deste momento, a orientação da secretaria é que ações como essa sejam desenvolvidas. Que a gente leve a vacina até os profissionais, que os municípios levem até os asilos, para que a vacinação seja feita no local. São mais de 1.200 profissionais da saúde que trabalham aqui e que serão priorizados para que a gente tenha mais segurança e eles possam continuar salvando vidas neste que é o maior Hospital de Referência para a Covid-19 no Estado”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

De acordo com Longo, 270.900 doses chegaram a Pernambuco e a distribuição foi pactuada com os municípios. “O Estado ficou com uma parte desses insumos para vacinar unidades como esta, que são prioridade absoluta neste primeiro momento. Então a gente pegou algumas das vacinas que viriam para o Recife para colocar em unidades como esta, que estão dentro do município, mas sob a égide do Estado”, explicou o secretário.

A primeira pessoa a ser vacinada na instituição foi a técnica de enfermagem Alexina Codeceira, de 50 anos. Muito emocionada, a profissional, que está na linha de frente desde abril de 2020, falou sobre a importância de todos se imunizarem assim que possível. “Temos que acreditar na vacina. É a chance que temos de mudar essa história. A gente que está na UTI está vendo cenas muito tristes, então, se vacinem. Não tenham medo. É o recado que eu deixo para todos. E, mesmo vacinados, continuem usando máscara, álcool em gel e não se exponham de novo”, aconselhou.

Na sequência também foram imunizados a enfermeira Cristiane Correia, o médico Manoel Alves, a auxiliar de farmácia Sandra Silva, a nutricionista Janaína Nascimento, a assistente social Valmira Melo, a fonoaudióloga Cristiane Neves, a psicóloga Maria Renata Braga e a fisioterapeuta Lidier Nogueira – todos trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia.

Continuar Lendo

Cotidiano

Jovem que foi assassinado próximo a Sulanca em Palmares é identificado

Crime ocorreu na Avenida Coronel Pedro Paranhos, na madrugada desta terça-feira (19).

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

A Polícia Civil de Pernambuco identificou as vítimas do homicídio e de uma tentativa de homicídio na madrugada desta terça-feira (19) no município de Palmares, na Mata Sul de Pernambuco: a vítima do óbito trata-se de José Mario Barreto de Oliveira.

De acordo com informações, o jovem estava pilotando uma motocicleta acompanhado de uma mulher, quando em determinado momento um veículo Fiat teria parado próximo e elementos armados desceram do carro foi quando começaram a efetuar vários disparos que atingiram José Mario e Jaciara Pereira da Silva.

Uma equipe do Samu foi acionada e esteve no local, porém o homem já estava sem vida, a mulher foi atingida por um disparo no braço e foi socorrida para a emergência do Hospital Regional de Palmares (HRP)

Buscas foram realizadas, mas os suspeitas de cometer o assassinato não foram localizados. O corpo de José Mario foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil, da 18ª Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH), está investigando o caso.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.