Nos siga nas redes sociais

Brasil

Vacinação contra Covid deve começar com profissionais da saúde, idosos e indígenas

Expectativa do ministério é imunizar 109,5 milhões de pessoas em um plano dividido em 4 fases.

Redação PortalPE10

Publicado

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (1) os primeiros pontos da estratégia “preliminar” para a vacinação da população contra a Covid-19. De acordo com a pasta, o plano será dividido em quatro etapas.

Veja abaixo os principais pontos:

Primeira fase: trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena
Segunda fase: pessoas de 60 a 74 anos.
Terceira fase: pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares).
Quarta fase: professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.
A expectativa do ministério é imunizar 109,5 milhões de pessoas. A estimativa é que a vacinação ocorra “em duas doses, como previsto pelos esquemas vacinais dos imunizantes já garantidos pelo Ministério da Saúde – Fiocruz/AstraZeneca e por meio da aliança Covax Facility”.

As “definições preliminares da estratégia” não citam a vacina CoronaVac, da farmacêutica chinesa Sinovac, que está na fase final de testes e já tem previsão de distribuição no Brasil. O governo de São Paulo firmou acordo para a compra de 46 milhões de doses e para a transferência de tecnologia para o Instituto Butantan.

Vacinas do plano federal
O Ministério da Saúde lembrou que o governo tem atualmente garantidas 142,9 milhões de doses de vacinas por meio dos acordos Fiocruz/AstraZeneca (100,4 milhões) e Covax Facility (42,5 milhões). Entretanto, nenhuma vacina obteve registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Sem citar a CoronaVac, o governo apontou ainda que, “no mês passado, o Ministério da Saúde sediou encontros com representantes dos laboratórios Pfizer BioNTech, Moderna, Bharat Biotech (covaxin) e Instituto Gamaleya (sputinik V), que também possuem vacinas em estágio avançado de pesquisa clínica, para aproximação técnica e logística”.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil

Redação PortalPE10

Publicado


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo foi informado por autoridades chinesas de que insumos para a fabricação da Coronavac devem chegar ao Brasil nos “próximos dias”.

“A Embaixada da China nos informou, pela manhã, que a exportação dos 5,4 mil litros de insumos para a vacina Coronavac foi aprovada e já estão em área aeroportuária para pronto envio ao Brasil, chegando nos próximos dias”, escreveu o presidente no Facebook.

“Assim também os insumos da vacina AstraZeneca que estão com liberação sendo acelerada. Agradeço a sensibilidade do Governo chinês, bem como o empenho dos ministros Ernesto Araújo [Relações Exteriores], Eduardo Pazuello [Saúde] e Tereza Cristina [Agricultura]”.

“A previsão de chegada dos insumos no Brasil é até o final desta semana, garantindo com isso a continuidade da fabricação e distribuição da vacina”, afirma o titular da Saúde, que está em Manaus para mostrar reação do governo diante da crise de falta de oxigênio para tratamento da Covid-19 nos hospitais da cidade.

A Coronavac é desenvolvida por uma farmacêutica chinesa e no Brasil é produzida pelo Instituto Butantan, vinculado ao governo de São Paulo.

Continuar Lendo

Brasil

Mãe que arrancou os olhos da filha e um pedaço da língua com tesoura diz que a criança estava possuída

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/YouTube)

Em depoimento concedido aos policiais da Delegacia Regional de Santana do Ipanema, Josimare Gomes da Silva, de 30 anos, que matou a própria filha nesse domingo (24), na cidade sertaneja de Maravilha, disse que a criança estava possuída por demônios.

Segundo a suspeita, que arrancou os olhos e parte da língua da filha com uma tesoura, apenas o demônio morreu e a criança estaria viva.

“Os olhos caíram no ralo depois que eu arranquei, mas foi do demônio, minha filha está viva”, teria dito ela, com demonstrações claras de que sofre de problemas psiquiátricos.

Josimare está sob efeitos de medicamentos e segue presa na Delegacia de Delmiro Gouveia, onde permanece à disposição da Justiça.

Policiais que atenderam a ocorrência se surpreenderam ao encontrar a criança sem os olhos, já morta, e a mãe rezando sobre o corpo.

Sobre o caso:

Na noite deste domingo (24) uma mãe que apresentava um quadro grave de depressão e outros problemas psiquiátricos, matou a própria filha de apenas cinco anos de idade. O caso foi registrado no município de Maravilha, no Sertão alagoano.

De acordo com informações, após matar a menina, a mãe, que não teve a identidade revelada, ficou ao lado do corpo da filha, rezando um terço. Ela foi presa em flagrante sem resistir à prisão. Policiais do 7º Batalhão de Polícia Militar (7GBM) encaminharam a mulher até à Delegacia Regional de Polícia Civil.

*Com informações 7Segundos

Continuar Lendo

Brasil

(Vídeo) Mãe amarra bebê com corda e chama filha de “ratazana”

Conselho Tutelar encaminhou o bebê aos cuidados da avó materna.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Reprodução/YouTube)

Uma denúncia de maus tratos a uma bebê resultou na prisão da mãe da criança. O caso foi registrado neste domingo (24) em Girau do Ponciano, no Agreste de Alagoas.

A denúncia foi feita pela avó da criança, que mora na zona rural do município.

A Patrulha Maria da Penha foi acionada e quando os policiais chegaram ao local da denúncia, a avó mostrou o vídeo onde a criança está com as mãos e pés amarrados. Durante o vídeo gravado pela própria genitora, a menina é chamada de “ratazana”.

Os policiais acionaram o Conselho Tutelar que encaminhou o bebê aos cuidados da avó paterna.

A idosa relatou que o filho dela, pai do bebê, mora em outro estado e é separado da mãe da criança.

*Com informações 7Segundos.

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.