Nos siga nas redes sociais

Empregos

Veja 5 situações que indicam que chegou a hora de pedir demissão

Falta de confiança no chefe e no que a empresa faz também são indicativos.

Avatar

Publicado

Simulações mostram principais erros que resultam em demissões (Foto: Reprodução EPTV)Quando o profissional perde o entusiasmo ou a identificação com a empresa que tinha no início do trabalho, surge a pergunta: “Devo ficar ou ir embora?”

Para a consultora de carreiras Jen Hubley Luckwaldt, do PayScale, se a situação está mesmo ruim, o funcionário não deve jogar tudo para o alto e deixar o cargo sem ter uma nova oportunidade em vista. “É hilariante ver vídeos de pessoas fazendo danças interpretativas para deixar o emprego [como este], mas você não vai querer se juntar a eles. Você não pode pagar a conta de energia com apenas 15 minutos de fama”, ressalta.

O primeiro passo é ver se a mudança é realmente necessária. Veja, abaixo, 5 situações que dão sinais sobre isso:

1) Você está deprimido
Quando acha difícil ficar animado com coisas que antes gostava no trabalho, é hora de fazer um plano alternativo. Quanto mais cedo começar a pensar, melhor. Ficar parado dificulta a motivação para mudar a situação.

2) A saúde física está sofrendo
O estresse constante não faz bem para o corpo. Se você observar que a sua saúde está piorando, especialmente se está sob pressão intensa todos os dias, talvez a melhor opção seja começar a olhar para o próximo emprego.

3) Você não tem afinidade com os colegas de trabalho
Ninguém precisa ser o melhor amigo dos colegas de trabalho, mas se você não tem nada em comum com eles, não vai desfrutar do tempo que passa no escritório. E, como uma parte considerável dos nossos dias é dedicada ao trabalho, isso é muito importante.

4) Você odeia seu chefe
Quando acredita que seu chefe não vai defendê-lo ou ajudá-lo, fica difícil confiar a ele suas perguntas e preocupações. Isso é ruim para o plano de carreira, a longo prazo, e também para a felicidade, a curto prazo.

5) Você não tem muito respeito pelo o que a empresa faz
A empresa não precisa trabalhar na cura para o câncer, mas se não acredita no que está fazendo, você não será bom nisso durante muito tempo. O produto ou o serviço é menos importante do que como você se sente sobre isso. Se o seu trabalho atual não preenche esse requisito, talvez seja melhor pensar em outros que preencham.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Empregos

Ferreira Costa tem vagas de emprego para início imediato em Caruaru

Redação PortalPE10

Publicado

Apesar das dificuldades relacionadas à falta de emprego no País, alguns setores e empresas seguem ampliando e contratando profissionais de diversas áreas. Indo na contramão do desemprego, com data marcada para abertura em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, a Ferreira Costa está com 15 vagas abertas para Supervisor de Logística e de Vendas.

A previsão de inauguração do Home Center em Caruaru é para meados deste ano. Após a abertura da unidade, há previsão para mais de 400 vagas entre empregos diretos e indiretos.

Todo o processo seletivo é online, por meio do site da Ferreira Costa.

A loja está sendo erguida na BR-104, no final da Avenida Agamenon Magalhães. O home center contará com 9.000 m² de área de vendas, além de espaço para cinco lojas de conveniência, estoque para pronta entrega no local e trará os serviços do clube do profissional, lista de casamento, vendas corporativas e centro automotivo.  CLIQUE AQUI SITE DA FERREIRA COSTA 

Continuar Lendo

Brasil

Trabalhador que se negar a tomar a vacina contra covid-19 poderá ser demitido por justa causa no Brasil

PortalPE10 com informações UOL

Publicado

O Brasil iniciou neste domingo (17) a vacinação contra a covid-19. Por enquanto, apenas profissionais de saúde serão imunizados, mas o plano nacional de vacinação prevê a aplicação de doses em todos os brasileiros, que desejarem, nos próximos meses.

Apesar de o governo federal ter dito que a vacina não será obrigatória, especialistas dizem que os trabalhadores que não forem imunizados poderão ser advertidos e até demitidos por justa causa. O mesmo pode ocorrer se o profissional se recusar a seguir os protocolos de segurança, como o uso de máscaras, por exemplo.

Especialistas destacam que as empresas precisam garantir um ambiente seguro aos seus trabalhadores e, por isso, podem incluir em seu PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) tanto o uso de máscaras quanto a vacinação obrigatória.

O advogado trabalhista Estacio Airton de Moraes, do escritório Faiock Advocacia, diz que o empregador não pode exigir a vacina, mas pode determinar que para trabalhar naquele ambiente o seu colaborador tenha que apresentar um comprovante de vacinação.

“Se o trabalhador não vacinado insistir em ir ao local de trabalho, ele pode ser alvo das punições previstas em lei, desde advertência, suspensão e demissão por justa causa”, diz Moraes.

“O próprio STF já decidiu que a vacina pode ser obrigatória, mas não compulsória. Significa dizer que ninguém pode ser vacinado à força, mas a pessoa pode ser privada de entrar em algum lugar ou ter algum benefício, por exemplo, sem a vacina”, diz a advogada trabalhista Gislaine Santos, do escritório VAS Advogados.

“O STF deu autonomia aos governos estaduais decidirem sobre a obrigatoriedade. Se o Estado definir que é obrigatório, a empresa pode exigir a vacina e quem se recusar pode ser demitido até por justa causa”, explica a advogada trabalhista Vivian De Camilis, do escritório Innocenti Advogados.

Os especialistas destacam que em caso de demissão por conta da não comprovação da vacina, dificilmente o trabalhador conseguirá reverter a demissão na Justiça do Trabalho.

Continuar Lendo

Cotidiano

Seleção da Secretaria Estadual de Saúde com 828 vagas começa a inscrever nesta segunda (18/01)

Serão selecionados 258 médicos, 234 profissionais de diversas áreas de nível superior e 336 de nível médio.

Redação PortalPE10

Publicado

(Foto: Ascom-UFCG/Divulgação)

(Foto: Ascom-UFCG/Divulgação)

Já está aberto o período de inscrição da seleção pública simplificada da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) com 828 vagas. O objetivo é atender a necessidade temporária de excepcional interesse público relacionada à emergência em saúde pública provocada pelo novo coronavírus. Ao todo, serão selecionados 258 médicos, 234 profissionais de diversas áreas de nível superior e 336 de nível médio, que serão lotados em todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres). Os interessados têm até o dia 21/01 para se inscrever pelo ead.saude.pe.gov.br. O edital foi publicado na última quinta-feira (14/01) no Diário Oficial (DOE) e também está disponível no https://cutt.ly/djIOtW2.

A seleção simplificada será realizada em etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consistirá em análise curricular. O resultado preliminar do certame sairá em 28/01. Já os recursos poderão ser interpostos até às 23h59 de 29/01. O resultado final será divulgado em 03/02. Os profissionais selecionados serão contratados por um período de até 6 meses, podendo ser prorrogado por até 2 anos.

Desde o início da pandemia, já foram convocados, por meio de seleções simplificadas, mais de 5,2 mil profissionais de saúde apenas para os serviços ligados diretamente à SES-PE. Ainda foram nomeados mais de 3 mil aprovados em concurso público, totalizando mais de 8,3 mil profissionais.

SELEÇÃO SIMPLIFICADA – CARGOS

Médicos: cardiologista, cirurgião geral, cirurgião pediátrico, cirurgião torácico, cirurgião vascular, clínico geral, coloproctologista, endoscopista, neonatologista, neurocirurgião, neurologista pediátrico, neurologista adulto, oncologista, otorrinolaringologista, pediatra, psiquiatra, tocoginecologista, traumato-ortopedista, radiologia em diagnóstico por imagem, urologista;

Outras profissões de nível superior: assistente social, biomédico, enfermeiro assistencial, enfermeiro sanitarista, enfermeiro obstetra, engenheiro de segurança do trabalho, farmacêutico, fonoaudiólogo, nutricionista e psicólogo;

Profissões de nível médio: técnico de enfermagem, técnico de mobilização ortopédica, técnico de laboratório, técnico de radiologia e técnico em farmácia.

 

Continuar Lendo

Mais Lidas

Copyright © 2013 - 2020 PortalPE10. Todos os direitos reservados.